Mês: janeiro 2019

Casa da Moeda do Brasil

28/01/2019 – Por Jairo Saddi Com o debate sobre privatizações fervendo neste início de governo Bolsonaro e o resgate das ideias do último governo Temer (agosto/2017) de privatizar 57 empresas públicas, a Casa da Moeda do Brasil (CMB), que produz moedas metálicas,cédulas, passaportes, selos etc., se torna a candidata para liderar a iniciativa antiestatizante. Mais do que nos engajar na campanha do pró ou contra tão contundente dos nossos dias, é preciso entender um pouco mais a função emissora e alguns aspectos jurídicos e econômicos ligados à moeda. Primeiro, moeda é algo sério e não é à toa que...

Read More

Apenas Petrobras, Caixa e BB deverão permanecer como estatais, diz secretário de Desestatização

Sobre desastre de Brumadinho, Mattar apontou que erros foram cometidos por seres humanos, não pela companhia; ‘temos que preservar nossas empresas’, afirmou. Por Tais Laporta, G1 29/01/2019 O secretário de Desestatização e Desinvestimentos do Governo Federal, Salim Mattar, afirmou nesta terça-feira (29) que apenas a Petrobras, o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal deverão ser preservadas como empresas estatais. “Somente estas três deverão permanecer, e bem magrinhas”, declarou Mattar durante evento do banco Credit Suisse em São Paulo, acrescentando que esta é a vontade do ministro da Economia, Paulo Guedes. A meta do atual governo é privatizar...

Read More

Convite para palestra no Sindipetro-RJ

Contra a privatização e pela defesa da Casa da Moeda, o presidente do Sindicato Nacional dos Moedeiros (SNM), Aluizio Junior, vai estar na sede do SINDIPETRO-RJ para palestrar sobre a história da Casa e a soberania do Brasil neste Setor, no dia 23 de janeiro (quarta), às 18h. Neste vídeo, os diretores do SNM fazem um chamado conjunto para o evento, que é promovido pela Secretaria de Política e Formação do SINDIPETRO-RJ. Compartilhe e...

Read More

Inoperação da piscina na sede social do SNM

A direção do SNM comunica que em virtude da preparação da confraternização dos aposentados no dia 24/01 (Quinta-feira), a área da piscina da sede social do SNM estará inoperante nos dias 23 e 25 de Janeiro (Quarta e Sexta Feira) para preparo e limpeza respectivamente. Obs.: A confraternização do dia 24/01 será exclusiva dos aposentados inativos que continuam associados ao SNM através da FAAPERJ – Federação das Associações dos Aposentados e Pensionistas do Estado do RJ, e o evento é custeado com parte das contribuições durante o ano por estes Moedeiros e Moedeiras. Att Diretoria de Comunicação do...

Read More

TST aposta na expansão de acordos para diminuir dissídios coletivos e greves

O vice-presidente do TST, o ministro Renato de Lacerda Paiva, Crédito: Igor Estrela/TST Aumentar a resolução de conflitos envolvendo cláusulas de acordos ou convenções coletivas de forma amigável é um dos grandes objetivos do Tribunal Superior do Trabalho (TST) em 2019, de acordo com o vice-presidente, o ministro Renato de Lacerda Paiva. A medida se fortalece ainda mais após a reforma trabalhista, que deu maior importância aos acordos coletivos, prevendo hipóteses em que eles se sobrepõem à legislação. Em entrevista ao JOTA, o magistrado, que é responsável pela mediação de conflitos coletivos no Superior, disse que a ideia é expandir a prática de mediação e conciliação de conflitos coletivos do TST para os tribunais regionais do trabalho (TRTs). Além de diminuir o número de ações processuais – mais custosas e demoradas – ainda é uma maneira de evitar grandes greves e paralisações nacionais, como foi o caso dos Correios em 2018. Segundo Paiva, está em seus planos a criação de uma norma prevendo diretrizes de resolução de conflitos, a ser publicada ainda no primeiro trimestre. O ministro não descarta ainda fazer um apelo aos presidentes de TRTs, para que mais tribunais passem a adotar a prática. Mais acordos, menos dissídios Até 2016, quando sindicatos e empresas não concordavam sobre cláusulas de acordos ou convenções coletivas, a única saída era ajuizar um dissídio coletivo. Atualmente, porém, há políticas e regras para...

Read More