O Pé da Árvore realizado nessa quarta-feira (28), de forma excepcional, tratou sobre a homologação do acordo de promoção e progressão, o acordo de horas extras e a reunião paritária.

Na manhã do dia 28, foi realizada a audiência que homologou o acordo de promoção e progressão. A audiência foi um desdobramento da última, realizada na semana anterior, no dia 20 de julho, na qual o procurador do Ministério Público propôs que a Casa da Moeda arcasse com 50% do valor do honorário sucumbencial. O Procurador entendeu que, especificamente nesse acordo, não caberia pagamento por parte dos trabalhadores, dos honorários advocatícios, conforme previsto em contrato entre o SNM e o escritório de advocacia. A decisão do Procurador foi apresentada pois os trabalhadores aceitaram um acordo que não previa pagamento de retroatividade.  

A diretoria do Sindicato Nacional dos Moedeiros parabeniza todos os moedeiros por mais essa conquista. O posicionamento da categoria em rejeitar a realização de horas extras até que o acordo fosse fechado foi de fundamental importância para a homologação. Como já era de se esperar, a categoria, mais uma vez, mostrou que se manter firme e unida em defesa de seus direitos é o único caminho para se obter a vitória.

De acordo com a minuta homologada no acordo e aprovada pela categoria em assembleia, os efeitos financeiros das faixas se dará a partir do mês da homologação. Ainda de acordo com a minuta, a empresa tem até 60 dias para fazer os pagamentos das promoções referentes ao mês de julho. O Sindicato buscará a realização do pagamento o mais breve possível.

Conforme o compromisso firmado com os trabalhadores, o Sindicato vai convocar para a próxima sexta-feira, 30 de julho, a assembleia que vai deliberar sobre a realização de horas extras no DECED e áreas de apoio de forma presencial na frente da Casa da Moeda.

A minuta aprovada, assim como a lista com os moedeiros elegíveis, podem ser consultadas no final da matéria, além do link com todas as atas das reuniões realizadas antes da decisão em primeira instância que desencadearam o acordo. https://sindicatodosmoedeiros.org.br/resumo-do-pe-da-arvore-11-de-fevereiro-de-2021/

O Sindicato parabeniza, também, o nosso corpo jurídico que, desde o início da ação atuou de todas as formas para ajudar na homologação do acordo.

Reunião Paritária

Na última semana, a direção do Sindicato e os representantes da empresa realizaram uma reunião paritária, na qual foram tratadas questões como: escala 24×72 para o Deman e Demaq; entendimento da CMB sobre os casos de Covid-19 serem incluídos como acidente de trabalho; edital de promoção e progressão 2021 e o projeto de lei que visa sustar os efeitos da CGPAR 23, que trata sobre planos de saúde nas empresas públicas. O Sindicato vai esperar a resposta dos questionamentos realizados para dar publicidade à categoria.

Campanha Solidária

O Sindicato Nacional dos Moedeiros e a Casa da Moeda estão unindo esforços na campanha solidária realizada pela Paróquia de São José, a fim de arrecadar mantimentos não perecíveis e agasalhos para ajudar a população de Santa Cruz.

A campanha teve início no último dia 26, data que são comemorados o dia do moedeiro e da padroeira da Casa da Moeda Sant’anna. A CMB e o SNM estão disponibilizando seus locais para que sejam realizadas as doações. Para maiores informações, basta acessar o link a seguir:

O Sindicato conclama todos os moedeiros a participarem dessa importante campanha.

Listagem-Promoção-2019-2020-Ordem-de-Matrícula

Scan20210610155922

Diretoria de Comunicação | Sindicato Nacional dos Moedeiros